quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Minha avó


Mulher de pouco estudo
mas imensa sabedoria
minha avó construía mundos
tecidos em linha e magia
Vestia princesas, cavaleiros,
camas, mesas e janelas
Minha avó tinha nas mãos
o dom da delicadeza.
Tecia com muita destreza
mundos de tanta beleza
que eu, ainda menina,
sentada aos pés da cadeira
imaginava enxergar,
na ponta de sua agulha
fagulhas da luz divina
moldando cores e linhas
botões, bordados, crochês...

Ah, minha avó, quem me dera
metade de seu encanto...
essas mãos que tateiam teclas
não sabem prender a beleza
em vestes feitas pra sonhar...

Um comentário:

yehuda disse...

avó é mito
nunca nada foi ou será
igual ao seu tempo
manter as imagens sonhas ou vistas
é preciso

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.