domingo, 9 de junho de 2019










Tenho mil cores na minha caneta
que virou agulha
e descansou a palavra.

Mas amanheci cansada
de remendar sonhos
cerzir buracos
criar novos personagens
pra recontar histórias
que não sei mais esquecer.

Acordei.

sábado, 8 de junho de 2019












Não lembrava mais
desse caminho
feito por palavras.

Eis que hoje
aquele vento forte
abriu a janela
e elas vieram
todas de uma vez.

Vai ter poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.