quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Caminhos

Relutante,
caminho
em terra firme.

Do barco que deixei no cais
trago o cheiro do infinito.

Não temo.
Duvido de tudo

mas tudo é tão bonito!

4 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Enquanto duvidar segue em frente na esperança de encontrar a resposta e a duvida acabar.
Sim, é bonito.

lindo dia flor
beijos

Isaac Marinho disse...

Lindo poema!
Duvidar é um ato constante na vida; pois ela só nos dá uma certeza, a de que um dia morreremos.
E no fim das contas, toda essa inconstância da vida (toda a malha de dúvidas que nos cerca) não tira dela a beleza; torna-a mais bonita.

Um abraço.

Zico disse...

Tenho sempre lido o seu blog. São excelentes as suas poesias. Posso publicar algumas no meu blog - Zona do Zico?

Lilian Dalledone disse...

Fico honrada com os comentários!

Zico, pode publicar sim, vou ficar imensamente feliz!

Ótimo dia a todos!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.