domingo, 19 de outubro de 2008

Para os dias mais escuros












Não deixe que a escuridão
engula seu ímpeto
dite seu rumo
feche seus caminhos
Não deixe que a ausência de luz
escureça também sua alma
sofrida e magoada
(tantas cicatrizes que desisti de contar)
Deixe que minha alegria
de menina que não quer crescer
entre por suas pupilas
e te abrace
(criança que cresceu cedo
e esqueceu da felicidade
em algum lugar
e agora não lembra mais
onde deixou...)

Um comentário:

Isaac Marinho disse...

É isto...
Realmente, às vezes a escuridão é tão densa que paraliza nossos movimentos, torna nossa respiração pesada e nos cega completamente. =(
Mas se atentarmos para nós mesmos, sempre haverá uma chama para iluminar o caminho e, ainda que seja pequena, se acreditarmos em nós, seremos um sol.

Continue a brilhar!

Um abraço.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.