domingo, 26 de outubro de 2008

Melhor acordar...


Me enrosco no travesseiro como se pudesse abraçar-te além do sonho. Além dos medos todos que trazemos em nós. Além dos desencontros comuns nas vidas que não têm espaço. Abraço o travesseiro e te conto minhas fantasias. Sorris com ironia, a vida é tão curta! Te cutuco, brincando, te chateias comigo. Não temo o que não vejo. Não pressinto, não te falo dos meus dias que só tenho pensado em como te puxar pra mais perto e mais nada. Não te digo nada. Fecho os olhos, sonolenta e reclamo dos teus bocejos. A noite acabou. A luz que não é minha me ofusca. Travesseiro nenhum tem o teu cheiro. Melhor acordar.

Um comentário:

Kiara Guedes disse...

to amando sonhar contigo aqui no teu blog, gosto de te ler, mesmo. bjs e uma boa semana!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.