sábado, 14 de fevereiro de 2009

Pequena felicidade

A palavra que ecoa no ouvido
não chegou a ser dita
mas trouxe um brilho diferente
a esta manhã sem sol.

O dia parecia estéril
até que a frase surgiu
pequena,
iluminada
despertando o amor que escorria
distraído
por baixo da porta...

4 comentários:

Glau Ribeiro disse...

Lilian,
Que coisa linda. Quem dera eu pudesse falar tanto em tão pouco espaço. Lindo esse teu canto.

Beeijo!

p.s.: desculpa pela demora em te visitar, mas é que o tempo não anda colaborando muito comigo. =D

yehuda disse...

que linda e perfeita imagem
"o amor que escorria
distraído
por baixo da porta..."
ainda estou arrepiado depois da leitura e re leitura das mágicas palavras
fechei a minha porta sempre aberta
pra esperar pelo milagre

Isaac Marinho disse...

Excellent! [^_^]
É bom receber tais palavras, melhor ainda se estiverem em um poema como este seu. =)

Tenha uma ótima semana!

Abraços.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Ah! Tempo!
Nunca quis voltar em ti.
Apenas espero que me devolvas
os sentimentos que vivi.
Não deixes que meu sorriso
se perca pelo cansaço
e que minha voz
se cale por um fracasso.
Não deixes que meus caminhos
se desviem da meta
nem que os percalços
sejam maiores que minha força
para que eu siga esta reta.

Passei neste lindo espaço para te desejar uma linda semana
Abraços

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.