quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Sabe sim...


Eu não sei mais escrever
ele disse
mas continua marcando o tempo
com a melodia da voz
que cala quando desconcertado
e fala de dor e tristeza mesmo quando feliz...

Eu não sei mais escrever
ele disse
e eu imagino o que faria então
com as palavras
se soubesse...

5 comentários:

Iêda disse...

Ele u não sei, mas você, Lilian, sabe mesmo!! E fico muito feliz de ter descoberto seu blog.

beijos,
Iêda

Márcia Corrêa disse...

Esse não saber constante faz parte do espectro das almas aprendizes... não saber é querer saber mais.

Gleidston dias disse...

Não saber é ir um pouco mais fundo e entender as palavras que descreveu a autora,suas palavras diz-me que ele sabia que escrevia e muito bem por isso no final ele deixa a reticências.

beijo e otimo sabado pra voce.

Luciana disse...

Muito bom!

Palavras: cantar e escrever.
Imagina mesmo...

=*

Flávia disse...

Escrevê-las-ia na pele, talvez, com a cor dos suspiros nascidos do encontro calado entre dois corpos desencontrados um do outro.

Se.

Se?

Beijos, moça :)

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.