sábado, 31 de outubro de 2009

Desordem




















O sol adentra o quarto em desordem
e penetra minhas pernas semi abertas
como quem tem intimidade
e tempo.
Há tempos que eu me derreto
lava pura, magma, fogo
e queimo tudo à minha volta.
Como agora.
Abro um pouco mais as pernas
pra sentir a quentura quase tímida
e úmida
da manhã de sol.
E lembro de coisas
ou imagino
não sei, a idade me confunde
e me aperfeiçoa.

2 comentários:

wcastanheira disse...

a idae me confunde e me aperfeiçoa...lindo, comigo tb a idade faz isto, hoje mais me confunde, acho q já fez seu serviço de aperfeiçoamento, nem creio q a idade ainda esteja a modelar o projeto Wanderlen, creio q já concluiu, mas aos poetas basta sonhar, lindo seu texto, instigante sua foto, adorei, bjos, bjos, bjosss

Augusto Oliveira disse...

Lindo seu texto...não é a toa que virei seu fã...

próximo passo: um belo livro..,

parabéns!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.