sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Segredos















Pego as palavras da tua boca
com a sofreguidão de quem anseia
pela voz encolhida em sussurro.
Ouço encantada cada palavra
e guardo, possessiva,
o arrepio silencioso que me percorre
enquanto as frases se juntam
como movidas por alguma magia.

Segredos são fábricas de poesia.

3 comentários:

Marcela disse...

.

Passei por aqui e tirei o atraso, li, pra variar, muita coisa que é linda de ler! LINDA!

Bjooooo

.

Anônimo disse...

Olá Lilian,
Gostei mt do seu blog. As palavras brincam num contexto perfeito. td mt singelo. Parabéns. Bjus

Jô Cruz

Anônimo disse...

Aprendi muito

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.