quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Finally

















A palavra que me foge há tanto tempo

amanheceu grudada à face pálida,

emaranhada às muitas lágrimas já secas.

Abriu a janela dos meus inúmeros sonhos

descortinando um horizonte ensolarado:

FELIZ.



2 comentários:

Isaac Marinho disse...

É ler e ficar... FELIZ! =)

Abraço.

Eduardo Vargas disse...

Só eu e você sabemos o quanto me tocas com o que escreves.
Beijos do maior tiete do Brasil.

Thiago Balieiro.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.