quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Calo











O talento que eu sonhei ter
diluiu-se nas muitas histórias
mal-contadas
que um dia eu escrevi
sonhadora
pra te impressionar.
Achava que sabia escrever
mas hoje sei
entristecida
que minha palavra trêmula
nunca encontrou o caminho.
Calo.

Um comentário:

Edson Melo disse...

Nunca mais tinha entrado no meu blog (aposentei-o)
Quando entrei essa semana resolvi olhar os que sigo e encontrei novamente suas palavras tão lindas, que refletem por tantas vezes meu estado emocional. De qualquer forma, mesmo não vivendo esses sentimentos sempre é uma honra apreciar seu estilo. Tomei emprestado este post no meu facebook, espero que não te desagrade de forma alguma. Coloquei o link para seu blog, espero contribuir de alguma forma para a divulgação de tão belas palavras.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.