quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Ousadia





















Meus dedos longos
enlaçam teus medos
e aquecem tua noite.

Sei o que quero.
E fujo dos avisos de perigo
e das placas de advertência.

Depois eu pago as multas.

2 comentários:

Coisas de Ana disse...

Olá Lilian, que poema mais lindo!!
Tem selinho pra vc la no meu blog, da uma passadinha la depois ok?
bêju

Valéria disse...

Sempre venho lhe visitar, e gosto muito de suas poesias, mas essa deu uma certa identidade. grande abraço.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.