quinta-feira, 16 de junho de 2011

Penso que posso tudo...




















 
Penso que posso tudo
e sorrio encantada
com o vento que agita
meus cabelos curtos.
Posso sentir o amor
nas minhas veias
aquecendo meu ser
imperfeito.
Penso que posso tudo.
Mas espero
comportada.

Nem me reconheço mais.

Um comentário:

Por Felicia Bastos disse...

Amo seus texto... ah, isso vc já sabe. Saudades!!!

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.