quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Professora


Quando entro em sala
noite após noite
me deparo com gente
de toda sorte.
Tanta gente
que não sabe ainda
que passa e me deixa
um pouco de si neste caminho longo
e leva consigo uma de minhas faces
- a que mais admiro, lapido, festejo.
Ensinar não ensino
mas brinco de ser
a professora que ficou na brincadeira da infância:
óculos, caderno, giz, batom vermelho
e abraço caloroso.

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.