quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Dentro do armário















Meu monstro dentro do armário
olha desconfiado
minhas atitudes sãs.
Em desespero
arranha a porta
rompe as barreiras
e me sequestra
alarmado
antes que a lucidez me domine.
Perdida nos braços dele
não consigo abrir a porta.
Continuo aqui.

2 comentários:

Sueli disse...

Onde haverá um cadeado à prova de monstros?... Procuro um. Seu jeito de escrever é ímpar. Adoro!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.