domingo, 25 de março de 2012

Chove
















Ainda que chova
o coração está ressecado.
A palavra que magoou
repousa, vitoriosa
entre os dois corpos insones
e distantes.
Preciso de um dilúvio.

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.