quinta-feira, 16 de junho de 2011

Penso que posso tudo...




















 
Penso que posso tudo
e sorrio encantada
com o vento que agita
meus cabelos curtos.
Posso sentir o amor
nas minhas veias
aquecendo meu ser
imperfeito.
Penso que posso tudo.
Mas espero
comportada.

Nem me reconheço mais.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.