quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Asas















Eu penso em deixar
as lembranças mais doces
e partir,
liberta ainda que triste
procurando novas paisagens.
Eu penso em chorar
mas seco as lágrimas
austera
enquanto avalio os caminhos possíveis.
Minhas asas pesam
pela falta de uso
mas eu ainda sei voar.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Saudade tem outro nome















O amor soluçado
rompe o silêncio da noite fria.

A solidão é aconchegante
mas não preenche o vazio
da tua ausência.
Saudade tem outro nome
mas eu prefiro
chamar por ti.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Dezessete


















A aliança que eu não escolhi
guarda muito mais
que o amarelo brilho de uma festa particular.
É baú de mil lembranças
costuradas em dezessete anos
de um amor que transcende
minha capacidade de compreender.
Sou só coração.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Morte















Penso na morte
com uma dose de impaciência.
Vejo pessoas queridas
atravessarem o portal
e espero,
inquieta,
a hora das pessoas incômodas.
Não quero mais aprender
com os que não pensam como eu.
Demora.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Lembrança











Nunca esqueço
daqueles olhos escuros
que prometiam me matar de amor.

Morrer tem seu tempo.
Não era hora.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Ciúme



















Meu ciúme traveste-se de indiferença
e eu finjo não me incomodar.
É mentira.
Meu sangue ferve
em silêncio
enquanto eu sorrio
desencantada
com este amor pequeno
e incompleto
que faço de conta que aceito
mas dobro, calada,
e guardo na gavetinha verde
pra usar em doses homeopáticas
tentando fazer durar.

Tem pouco.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Dúvida















A dúvida espremida
no papelzinho amassado
pesava no bolso.
Ainda me amas?

Sorri.

Nem nunca.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.