sexta-feira, 30 de março de 2012

Cobiça


















A fruta tão desejada
jaz cortada
insípida
no prato fino.

Sempre parece melhor
o que não me pertence.
Mas é difícil não cobiçar.

Nunca aprendo com meus erros.


(Foto: Shuji Kobayashi)

domingo, 25 de março de 2012

Chove
















Ainda que chova
o coração está ressecado.
A palavra que magoou
repousa, vitoriosa
entre os dois corpos insones
e distantes.
Preciso de um dilúvio.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.